Dívida Bruta do governo chega a 74,7% do PIB em outubro, revela BC

Número cresceu 0,3 ponto percentual em relação ao mês anterior

[Dívida Bruta do governo chega a 74,7% do PIB em outubro, revela BC]

FOTO: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

Dados do Banco Central (BC), divulgados nesta quarta-feira (6), revelam que a Dívida Bruta do Governo Geral (DBGG), que engloba governo federal, INSS e governos estaduais e municipais, alcançou 74,7% do Produto Interno Bruto (PIB), equivalente a R$7,9 trilhões, em outubro. Esse valor representa um aumento de 0,3 ponto percentual do PIB em comparação ao mês anterior.

A evolução dos juros nominais apropriados (aumento de 0,6 p.p.), a emissão líquida de dívida (aumento de 0,1 p.p.) e o efeito da variação do PIB nominal (redução de 0,5 p.p.) foram os principais fatores que impactaram esse resultado, de acordo com a autoridade monetária.

Além disso, a análise dos dados mostra que o crescimento de 1,8 p.p. na relação dívida/PIB foi influenciado principalmente pelos juros nominais apropriados (aumento de 6,4 p.p.), emissões líquidas de dívida (aumento de 0,2 p.p.), efeitos da valorização cambial acumulada (redução de 0,1 p.p.) e efeito da variação do PIB nominal (redução de 4,7 p.p.).

Ainda de acordo com o boletim desta quarta, o BC registrou superávit primário das contas públicas de R$14,8 bilhões em outubro. O número é 45,39% menor que o registrado no mesmo mês em 2022, quando houve superávit de R$27,1 bilhões. Segundo o BC, houve superávit de R$19,5 bilhões no Governo Central, e déficits de R3,9 bilhões nos governos regionais e de R$805 milhões nas empresas estatais.
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Oficina gratuita de Escrita Criativa segue com inscrições abertas até hoje (03)]

Com aulas presenciais entre os dias 11 e 14 de março, a atividade será ministrada pelo crítico de cinema Rafael Carvalho

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!