Estudo desvenda diferenças vocais entre seres humanos falam e os outros primatas

Pregas vocais dos seres humanos são as mais simples e possibilitam a fala

[Estudo desvenda diferenças vocais entre seres humanos falam e os outros primatas]

FOTO: Reprodução/Pixabay

Um estudo que compara o aparato vocal de macacos e Homo sapiens aponta que as pregas vocais dos seres humanos são as mais simples de todos os primatas e, paradoxalmente, foi esse um dos fatores que permitiu o surgimento da complexidade da linguagem falada na nossa espécie. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

"Já foram feitos muitos estudos sobre a anatomia do trato vocal, mas as pessoas tendiam a prestar menos atenção na estrutura detalhada das pregas vocais, que são os pedaços de 1 cm ou 2 cm de comprimento dentro da laringe que vibram quando nós falamos e cantamos", explicou Tecumseh Fitch, pesquisador americano que trabalha na Universidade de Viena e é um dos coordenadores da nova pesquisa.

O estudo, publicado no periódico Science, mostra ainda que em primatas não humanos, além das pregas propriamente ditas, existem pequenas estruturas por cima delas, conhecidas como membranas vocais ou lábios vocais. Com isso, os pesquisadores concluíram que das mais de 40 espécies de primatas analisadas, desde as mais próximas de nós, como chimpanzés, gorilas e orangotangos, somos a única sem as membranas vocais, as quais estão presentes, com diferentes configurações.

"Quando as membranas vocais vibram, elas fazem com que os chamados emitidos pelos macacos se tornem mais altos e mais agudos, mas também menos estáveis. A probabilidade de que eles adquiram irregularidades que se parecem com gritos é mais alta", diz o especialista. "Ou seja, perder essas membranas e ficar só com as pregas vocais faz com que o indivíduo adquira uma voz mais grave, mais melodiosa e mais fácil de controlar", completa.
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Oficina gratuita de Escrita Criativa segue com inscrições abertas até hoje (03)]

Com aulas presenciais entre os dias 11 e 14 de março, a atividade será ministrada pelo crítico de cinema Rafael Carvalho

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!