Galerias brasileiras chegam a Londres para a Frieze Masters, 1-54 London!

Aos detalhes...

[Galerias brasileiras chegam a Londres para a Frieze Masters, 1-54 London! ]

FOTO: Divulgação Assessoria

Com o apoio Projeto Latitude, realizado por meio de uma parceria entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea - ABACT e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - ApexBrasil, as galerias Gomide&co, Fortes D'Aloia & Gabriel, Portas Vilaseca e Janaina Torres marcam presença em eventos de arte contemporânea que prometem movimentar Londres no mês de outubro.

Gomide&co e Fortes D'Aloia & Gabriel estarão na Frieze Masters 2023, que acontece de 11 a 15 de outubro, no The Regent’s Park, e reúne mais de 130 galerias 46 países, que apresentarão mais de seis milênios de arte – desde antiguidades raras a pinturas de antigos mestres e obras-primas do século XX. A Portas Vilaseca Galeria estará na 1-54 London, Feira de Arte Africana Contemporânea, que acontece na Somerset House, de 12 a 15 de outubro, e que, nesta edição, contará com 62 expositores internacionais de mais de 30 países. E a Janaina Torres Galeria estará na primeira edição do prêmio BREEZE, projeto da Embaixada do Brasil em Londres. 

Para a Frieze Masters 2023, a Gomide&Co apresenta uma exposição solo do artista brasileiro Amadeo Luciano Lorenzato (1900-1995), com uma ampla seleção de pinturas. De singular importância para o panorama da pintura brasileira do século XX, Lorenzato reúne em sua poética aspectos autobiográficos com expressões estéticas e culturais brasileiras, simultaneamente atento ao cenário da pintura moderna internacional. Sua sensibilidade pictórica revisita uma diversidade de paisagens imaginárias, mas não menos autênticas. Figurativas ou abstratas, suas obras emergem de uma realidade vívida, assim como despertam uma memória afetiva e, por vezes, nostálgica.

A Fortes D’Aloia & Gabriel e a Sadie Coles HQ co-apresentam Lucia Laguna na Frieze Masters 2023, como parte da seção Studio, com curadoria de Sheena Wagstaff, que explora o papel do espaço de trabalho na prática de artistas contemporâneos. A seleção inclui pinturas e desenhos que vão de 2004 a 2023, permitindo uma visão abrangente das investigações da artista do espaço abstrato e da figuração em múltiplas camadas.Três séries distintas são apresentadas aqui: os trabalhos de início de carreira Entre a Linha Vermelha e a Linha Amarela e Pequenos Formatos, que investigam a abstração geométrica em pequenos formatos. A sua série posterior Paisagem introduz elementos figurativos no ambiente pictórico de Laguna, com formas reconhecíveis como fontes, azulejos e uma fachada emergindo entre os fragmentos desalojados de paisagem.

Para a 1-54 London, a galeria Portas Vilaseca levará uma exposição solo de Gustavo Nazareno (1994, Três Pontas, MG. Vive e trabalha em São Paulo, SP), cuja prática artística é guiada pela pintura a óleo e pelo desenho em carvão. Sua obra parte de um minucioso estudo da anatomia humana e de investigações em torno das poéticas e políticas do corpo. Sua pesquisa é influenciada pelo panteão Iorubá afro-brasileiro, principalmente Exu - o orixá das qualidades humanas, que se manifesta com toda a sua força mítica no campo pictórico. Suas referências transitam pela iconografia renascentista e barroca, e também pela história da moda e seus desdobramentos contemporâneos.

Já a Janaina Torres Galeria representa a exposição Falsa Simetria, do pintor contemporâneo brasileiro Osvaldo Carvalho, vencedor do BREZE Award 2023, prêmio concedido pela Embaixada do Brasil em Londres e que foi projetado para promover a arte contemporânea brasileira para um público global e fortalecer seu lugar no mercado de arte internacional. 

A mostra investiga a dinâmica do poder em cores cativantes e ousadas e imagens derivadas da cultura de massa, e representações evocativas de espaços públicos e privados. Sua paleta de cores sempre vibrante, juntamente com a justaposição de elementos, convida o espectador a refletir sobre as contradições da sociedade moderna, as consequências diretas de seu sistema explorador e questões sociais urgentes que vão além da sociedade brasileira.

Sobre o Latitude - Platform for Brazilian Art Galleries Abroad

O Latitude é um programa desenvolvido por meio de uma parceria firmada entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea - ABACT e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - ApexBrasil, para promover a internacionalização do mercado brasileiro de arte contemporânea. Criado em 2007, conta hoje com mais de 60 galerias de arte do mercado primário, localizadas em sete estados brasileiros e Distrito Federal, que representam mais de 1.800 artistas contemporâneos. Seu objetivo é criar oportunidades de negócios de arte no exterior, fundamentalmente através de ações de capacitação, apoio à inserção internacional e promoção comercial e cultural.

O volume das exportações definitivas e temporárias das galerias do projeto Latitude vem crescendo significativamente. Em 2007, foram exportados US$ 6 milhões e, de acordo com a última Pesquisa Setorial Latitude publicada, em 2018 atingiu-se mais de US$ 65 milhões. As galerias Latitude foram responsáveis por 42% do volume total das exportações do setor no ano.

Desde abril de 2011, quando a ABACT assumiu o convênio com a ApexBrasil, foram realizadas 48 ações em mais de 26 diferentes feiras internacionais, com aproximadamente 300 apoios concedidos a galerias Latitude. Neste mesmo período, foram trazidos ao Brasil aproximadamente 250 convidados internacionais, entre curadores, colecionadores e profissionais do mercado, em 23 edições de Art Immersion Trips. Além dessas ações, o Latitude realizou cinco edições de sua Pesquisa Setorial, com dados anuais sobre o mercado primário de arte contemporânea brasileira. Saiba mais: https://latitudebrasil.com/

Sobre a ABACT 

A Associação Brasileira de Arte Contemporânea - ABACT é uma entidade sem fins lucrativos que representa cerca de 60 galerias de arte contemporânea no Brasil. Seu posicionamento se constitui no diálogo com as galerias de arte brasileiras do mercado primário e no entendimento do seu papel na produção de bens culturais. Promove ações de profissionalização e de incentivo à desburocratização do setor, projetos educativos e socioculturais, e realiza conexões entre os agentes de mercado nacional e internacional. 

Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

Para alcançar os objetivos, a ApexBrasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Lei que reestrutura carreira de professor indígena é sancionada na Bahia ]

A regulamentação foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta (24)

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!