Gastos da Câmara com combustíveis disparam, em meio à crise de preços no país

O gasto está, inclusive, acima da inflação contabilizada entre janeiro de 2021 e maio deste ano

[Gastos da Câmara com combustíveis disparam, em meio à crise de preços no país]

FOTO: Reprodução/Internet

A Câmara dos Deputados tem aumento considerável nos gastos das cotas parlamentares apenas com combustíveis, enquanto é discutido alternativas para baratear os preços de gasolina, diesel e etanol no país.

Somente no período de janeiro a junho de 2022, os deputados desembolsaram R$ 8.663.898 para abastecer carros oficiais e veículos alugados. Já é a maior despesa do tipo contabilizada pela Casa Legislativa em um primeiro semestre, em comparação aos últimos quatro anos (2019 a 2022). A tendência, porém, é de que esse número suba ainda mais.

O uso da cota parlamentar exclusivamente para abastecimento de automóveis já é 28% – em torno de R$ 2 milhões – mais alto do que o montante referente ao mesmo período do ano passado, sem considerar o mês de junho por encerrado.

O gasto está, inclusive, acima da inflação contabilizada entre janeiro de 2021 e maio deste ano – o que significa que, além do aumento no valor médio dos combustíveis, houve ampliação do consumo por parte dos deputados.

Cota parlamentar é uma quantia que cada congressista pode gastar com despesas relacionadas ao exercício do mandato, como aluguel de escritório no estado de origem, passagens e combustível, entre outros.


Comentários