MEC bloqueia R$ 244 milhões do orçamento das universidades federais, diz Andifes

Instituições temem que bloqueio seja corte de recursos

[MEC bloqueia R$ 244 milhões do orçamento das universidades federais, diz Andifes]

FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) afirmou, na noite de segunda-feira (28), que o Ministério da Educação bloqueou R$ 244 milhões do orçamento das universidades federais "enquanto o país assistia ao jogo da Seleção Brasileira".

O valor bloqueado seria usado para o pagamento de despesas como contas de luz e de água, bolsas de estudo e pagamento de empregados terceirizados.

"Com surpresa e consternação, e praticamente no apagar das luzes do exercício orçamentário de 2022, as universidades federais brasileiras foram, mais uma vez, vitimadas com uma retirada de seus recursos", diz o texto da Andifes.

"Após o bloqueio orçamentário de R$ 438 milhões ocorrido na metade do ano, (...) [o contingenciamento] praticamente inviabiliza as finanças de todas as instituições", completou. 

De acordo com o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), o prazo final para que as universidades empenhem verbas é 9 de dezembro. Ou seja, as instituições federais contam com cerca de 10 dias para "reservar" o dinheiro. Mas, para a Conif, esse bloqueio de verbas pode virar um corte de recursos.

O MEC ainda não se manifestou sobre o bloqueio das verbas. 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!