Ministro da Saúde firma acordo com gestores da saúde para coordenação nacional da pandemia

O acerto finaliza uma disputa de mais de um ano e meio que causou prejuízos e mortes à população

[Ministro da Saúde firma acordo com gestores da saúde para coordenação nacional da pandemia]

FOTO: Foto: Reprodução/G1

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, demonstrou em nota assinada na noite desta terça-feira (27), um acerto com os demais gestores da saúde nas esferas estadual e municipal de uma coordenação nacional para a pandemia, finalizando uma disputa de mais de um ano e meio que causou prejuízos e mortes à população. 

Queiroga disse logo no primeiro parágrafo da nota que, “Estados e municípios devem seguir, rigorosamente, as definições do Programa Nacional de Imunizações (PNI) quanto aos intervalos entre as doses e demais recomendações técnicas, sob pena de responsabilidade futura”. E continuou: “O sucesso da vacinação depende da atuação sinérgica, harmônica e solidária entre os níveis federal, estadual e municipal, além da colaboração imprescindível da sociedade civil e dos meios de comunicação.”

De acordo com o comunicado, o momento exige a cobertura da faixa mais ampla possível de adultos com a primeira dose da vacina. A medida é necessária para conter a propagação de cepas dos Coronavírus, como a variante Delta. 

A redução do intervalo entre as doses da vacina da Pfizer será analisada depois que toda a população acima de 18 anos for imunizada, segundo o ministro, por meio de rede social.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!