Petrobras reabre processo de venda de três refinarias

Plano estava parado desde o ano passado devido ao baixo interesse das empresas

[Petrobras reabre processo de venda de três refinarias]

FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil

A Petrobras reabriu nesta segunda-feira (27) os processos de venda da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, bem como os ativos logísticos integrados a essas refinarias.

O processo de venda das refinarias estava parado desde o ano passado, devido ao baixo interesse das empresas pelos ativos.

O plano de desinvestimento em refino da Petrobras representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado. Das oito unidades colocadas à venda, metade ainda não saiu do papel.

Além da venda das três refinarias, o plano de desinvestimento em refino da Petrobras inclui a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), a Refinaria Landulpho Alves (Rlam), a Refinaria Gabriel Passos (Regap), a Refinaria Isaac Sabbá (Reman) e a Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor).

Também nesta segunda (27), a estatal aprovou o nome de Caio Paes de Andrade para comandar a companhia


Comentários