Projeto impede cancelamento de inscrição de microempreendedor individual

PL em trâmite na Câmara visa amenizar o impacto econômico causado pela pandemia

[Projeto impede cancelamento de inscrição de microempreendedor individual ]

FOTO: Getty Images

Em trâmite na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 129/21 impede o cancelamento da inscrição dos microempreendedores individuais (MEI) nos anos-calendários de 2020 a 2022 por falta de pagamento ou declaração à Receita Federal, além de tornar sem efeito os já efetivadas. 

O texto também altera o Estatuto da Micro e Pequena Empresa, que hoje prevê o cancelamento da inscrição como MEI após 12 meses consecutivos sem recolhimento ou declarações. A proposta é dos deputados Helder Salomão (PT-ES) e Paulo Pimenta (PT-RS), que defendem que essa regra deve ser flexibilizada devido ao impacto da crise econômica decorrente da pandemia do novo coronavírus. 

“Consideramos tal fato extremamente grave, sobretudo levando-se em conta os efeitos da pandemia, que atingiram sobretudo a população de menor poder aquisitivo, como é o caso dos MEIs, e que certamente terão impactos negativos nos anos seguintes”, afirmam os deputados.
 


Comentários