"Seguimos otimistas em busca de um desfecho que rejeite a tese", diz Sônia Guajajara sobre Marco Temporal

Após pedido de vista de André Mendonça , o julgamento foi suspenso

[

FOTO: Agência Brasil

A ministra dos povos indígenas, Sônia Guajajara, comentou nesta quarta-feira (7) sobre a suspensão do julgamento do Marco Temporal no Supremo Tribunal Federal (STF), que aconteceu após o pedido de vista por parte do ministro André Mendonça. 

"O pedido de vista no julgamento do Marco Temporal trará mais tempo para análise. Seguimos otimistas em busca de um desfecho que rejeite essa tese. Até o momento, já contamos com dois votos contrários e um favorável. Continuaremos na luta pelos direitos dos povos indígenas!”, escreveu a ministra. Ela também ressaltou a importância de retomar o julgamento “o quanto antes para garantir os direitos dos povos indígenas”, afirmou. 

Com dois votos contra e um voto a favor, Mendonça tem o prazo de 90 dias para desenvolver o texto para a presidente da Corte pautar novamente. 

O ministro Alexandre de Moraes também votou contra, e apresentou uma sugestão de tese que é um meio termo entre o Marco Temporal, a indenização dos povos originários e a realocação. 

O Ministério dos Povos Indígenas definiu o voto do ministro como um "avanço".


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Oficina gratuita de Escrita Criativa segue com inscrições abertas até hoje (03)]

Com aulas presenciais entre os dias 11 e 14 de março, a atividade será ministrada pelo crítico de cinema Rafael Carvalho

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!