'Sem estrangeiros, faltaria mão de obra', declara presidente do parlamento português ao defender brasileiros

Augusto Santo Silva reconhece a importância dos imigrantes para o país

['Sem estrangeiros, faltaria mão de obra', declara presidente do parlamento português ao defender brasileiros]

FOTO: Agência Lusa

O presidente da Assembleia da República Portuguesa, Augusto Santos Silva (Partido Socialista), comentou sobre a mudança legislativa que vai facilitar a entrada de brasileiros em Portugal. De acordo com Santos Silva, é mais um passo para tornar brasileiros e outros estrangeiros que residem no país "cidadãos inteiros".

"Queremos facilitar para aqueles que estejam residindo em Portugal, que queiram residir ou que tenham ligações com Portugal", afirma.

Santos Silva também defende a presença dos brasileiros em seu país. "Não queremos roubar brasileiros do Brasil", e completa "o brasileiro que vive em Portugal não é estrangeiro" na visão da sociedade.

Questionado sobre episódios de preconceito que alguns brasileiros enfrentam, o parlamentar nega que haja xenofobia, mas admite que há hostilidades envolvendo pessoas "que tenham tarefas mais subalternas no mercado de trabalho".

“Precisamos de mais estrangeiros na restauração, nos hotéis, no turismo, na construção civil... Se não houvesse estrangeiros, neste momento não teríamos trabalhadores”, declara o ministro.

O presidente da Assembleia da República também reconhece as dificuldades que muitos cidadãos, portugueses e estrangeiros, têm para pagar os altos preços de alugueis no país, problema agravado pelos salários abaixo da média da União Europeia.

Segundo dados da empresa idealista/data, que monitora os preços no país, o valor médio de um aluguel em Lisboa estava em € 21,4/m² (R$ 114,82/m²) em janeiro deste ano, o que significa que um apartamento de 35 m² pode chegar a custar € 750 (R$ 4.024).

Para Santos Silva, garantir moradias para a classe média hoje é o principal desafio de Portugal.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Lei que reestrutura carreira de professor indígena é sancionada na Bahia ]

A regulamentação foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta (24)

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!