Últimas palavras de John Lennon antes da sua morte são reveladas em documentário

Artista foi morto a tiros na década de 80 por um fã ao chegar em casa

[Últimas palavras de John Lennon antes da sua morte são reveladas em documentário]

FOTO: Reprodução

As últimas palavras de John Lennon antes de sua morte foram, finalmente, reveladas, mais de 40 anos após o seu assassinato. A novidade foi exposta em um documentário sobre a noite em que ele foi baleado. Em Lennon: Murder Without a Trial, o concierge do edifício Dakota, onde a estrela dos Beatles foi assassinada em 8 de dezembro de 1980, falou publicamente sobre a tragédia.

Jay Hastings, o funcionário que trabalhava naquela noite fatídica, no prédio em Manhattan, ouviu as palavras de Lennon, que teria gritado "levei um tiro" antes de cair no chão. “Ele passou correndo por mim e disse: ‘Levei um tiro’. Tinha sangue saindo de sua boca. Ele caiu no chão. Eu o virei de costas, tirei os óculos e coloquei-os sobre a mesa. Yoko estava gritando: ‘Chame uma ambulância, chame uma ambulância, chame uma ambulância!’”

Segundo o depoimento do taxista Richard Peterson, ele presenciou o crime e relatou que viu Lennon entrando e um garoto o chamou pelo nome. Peterson descreveu o agressor como um homem grande e testemunhou o momento em que ele atirou em Lennon.

A morte de Lennon

O artista tinha apenas 40 anos quando foi assassinado por um fã. Ele tinha acabado de voltar do Record Plant Studio com sua mulher, Yoko Ono, quando levou quatro tiros. Ele foi declarado morto ao chegar ao Hospital Roosevelt.

O documentário, disponível na Apple TV+, também inclui trechos de áudio do assassino, Mark Chapman, que fala sobre as suas razões de ter baleado o cantor.

Questionado por sua equipe jurídica por que atirou em Lennon, Chapman se refere à música dos Beatles quando diz: “All You Need Is Love, você já ouviu isso? Bem, é isso que eu digo: tudo que você precisa é de amor e US$ 250 milhões. Ele foi o maior e mais falso idiota que já existiu.”

Chapman se declarou culpado do assassinato de Lennon e foi condenado a 20 anos de prisão perpétua. Atualmente, ele cumpre pena no Wende Correctional Facility, em Alden, New York.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Oficina gratuita de Escrita Criativa segue com inscrições abertas até hoje (03)]

Com aulas presenciais entre os dias 11 e 14 de março, a atividade será ministrada pelo crítico de cinema Rafael Carvalho

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!