Vídeo: o desrespeito da fé no Senhor do Bonfim e as "fextinhas" lotadas!

[Vídeo: o desrespeito da fé no Senhor do Bonfim e as

FOTO: Arquidiocese de Salvador

Depois do cancelamento da caminhada em homenagem ao Senhor do Bonfim e que vídeos da "fextinha" LOTADA de pessoas aglomeradas e sem máscara, onde testemunhas afirmam que nem mesmo o "passaporte vacinal" foi pedido para que se adentrasse nela, vários leitores escreveram querendo saber se a contaminação pelo Covid19 paga aluguel para não acontecer...
Porque vejam bem: a Caminhada do Bonfim, que é de graça, gera aglomeração sim, mesmo sendo na rua, a galera gruda porque é hábito andar todo mundo sintonizado ali na resenha da fé. Quando chega na Igreja para que as fitinhas sejam amarradas então, socorro!, é um Deus nos acuda, parecendo que se quem não correr e se embolar com a multidão para amarrar logo, não vai ter nenhum pedido atendido!
Porém, isto é TRADIÇÃO. 
Não estou aqui dizendo que a caminhada deveria ter sido liberada não, achei corretíssimo não fazerem e apoio toda e qualquer atitude que seja tomada pelos governantes para que se evite riscos à saúde de todos.
Mas liberar fextinha - paga-  no cais, LOTADA, com a galera sem máscara, sem exigir que os protocolos estabelecidos sejam cumpridos, aí eu acho DESRESPEITO com toda uma população fervorosa em suas crenças, que faz questão - do mais pobre, ao mais rico - de ir louvar a representação da fé local em uma cerimônia que é sim um pouco de festa, mas também é marcada pelo fato de que cada passo caminhado no trajeto, são dores, alegrias, desejos, sonhos, intenções e principalmente, fé de cada um, marcada com suor nos 8 km que separam a Conceição da Praia até a Colina Sagrada.
Quando um governante impede um cidadão de expressar sua fé alegando cuidados com a saúde e, ao mesmo tempo, mostra a este cidadão que ele não respeita o sacrifício feito, liberando "fextinhas" pagas, aglomeradas e sem exigência de protocolos, este governante mostra que ele não se importa com quem assiste isso e sequer pode reclamar.
Fica aqui - em nome de todos que este ano abriram mão da expressão da fé da Caminhada do Bonfim e viram que o motivo não foi preocupação com saúde de ninguém, porque se fosse, festas pagas também seriam proibidas - a indignação pelo DESRESPEITO mostrado não só ao povo mas, principalmente, ao representante maior desta fé que é o próprio Senhor do Bonfim!

PS: Só desejo que em outubro o Senhor do Bonfim tenha anotado no "caderninho dos devedores" os nomes dos partidos do governador - que liberou festa lotada - e do prefeito - que não fiscalizou a tal festa - e não deixe nenhum dos dois ganhar nada!


 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!