Volta às aulas: Bruno Reis diz que não exigirá comprovante de vacinação das crianças

Retorno está marcado para o dia 3 de fevereiro

[Volta às aulas: Bruno Reis diz que não exigirá comprovante de vacinação das crianças ]

FOTO: Gilberto Júnior / Farol da Bahia

Após dois anos, a prefeitura de Salvador confirmou a volta às aulas 100% presenciais para o dia 3 de fevereiro. De acordo com o prefeito Bruno Reis (DEM), não será exigido o comprovante de vacinação contra o novo coronavírus das crianças.

“Eu não posso obrigar que os pais vacinem seus filhos de cinco anos para que só assim tenham acesso à educação. O cartão de vacinação foi uma posição do governo do Estado, mas eu posso manifestar minha opinião. Em relação ao município, eu não vou cobrar o comprovante. Isso porque eu não quero dificultar o retorno às aulas, pois é evidente que nós já estamos há dois anos sem aulas na nossa cidade. Os prejuízos são incalculáveis”, afirmou o prefeito.

As atividades da rede municipal de ensino serão retomadas no dia 3. Quatro dias depois, no dia 7, terá início o ciclo educacional na rede estadual.

Governo do Estado

De acordo com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), a apresentação da caderneta de vacina do estudante na unidade escolar é uma exigência estabelecida em portaria da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) para a matrícula na rede estadual. Dessa forma, os estudantes da rede estadual deverão apresentar à secretaria escolar a comprovação da vacina contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!