Cerca de 43 mil mortes de idosos foram evitadas por conta da vacinação contra a covid-19

Entre as pessoas de 70 a 79 anos, a expectativa de mortes era de 20.238, foram registradas 13.838

[Cerca de 43 mil mortes de idosos foram evitadas por conta da vacinação contra a covid-19]

FOTO: Reprodução/G1

Uma Pesquisa da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) estimou que o avanço da vacinação contra a covid seria responsável pela prevenção de mais de 40 mil mortes de idosos em um intervalo de treze semanas no Brasil.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (17), por meio de um levantamento realizado pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da UFPel, em parceria com a Universidade Harvard e o Ministério da Saúde.

Segundo os dados, caso o número de mortes entre os idosos tivesse seguido pelo mesmo caminho que os mais jovens, teríamos cerca de 70.015 mortes de pessoas de 80 anos ou mais. Neste período foram registradas 37.401 mortes.

Entre as pessoas de 70 a 79 anos, a expectativa de mortes era de 20.238, foram registradas 13.838. Somando as estimativas para ambas as faixas etárias, foram evitadas as mortes de 43.082 idosos no país.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Baiano Fe Lira lança álbum autoral

Disco é inspirado em experiências pessoais do cantor e compositor e chega às plataformas digitais próximo dia 6 de agosto

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!