Toyota RAV4 híbrido chega à linha 2022 com mais equipamentos

Modelo fica bem mais caro e ganha assistentes de condução

O Toyota RAV4 2022 passa a contar com alerta de ponto cego, de tráfego traseiro, pacote de segurança ativa TSS, além de receber pequenas mudanças visuais. O SUV também passa a ser oferecido apenas na versão SX Connect Hybrid por R$ 301.140. O modelo vem equipado com motor de 2.5 litros e três motores elétricos de 222 cv.

Em relação ao visual, o Toyota RAV4 2022 ganhou uma nova identidade visual do conjunto ótico com faróis de LEDs. Também há rodas de 18 polegadas de liga leve com um novo desenho exclusivo de raios duplos em cinza escuro. Por dentro, traz uma central multimídia de 7 polegadas com conexão com Android Auto e Apple CarPlay e um computador de bordo TFT colorido de sete polegadas. O volante e a manopla de câmbio passam a ser revestidos em couro com detalhes em prata. O smartphone pode ser carregado por indução e a tampa do porta-malas é acionada por sensor de movimento ou pela chave. Também há um teto solar com abertura elétrica e sistema de iluminação ambiente em LED.

A montadora ainda colocou o sistema de segurança Toyota Safety Sense – TSS, que traz sistema de pré-colisão frontal com frenagem automática de emergência, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de mudança de faixa com condução assistida e farol alto automático. Além disso, o crossover tem sete airbags, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, freios ABS com EBD, assistência à frenagem de emergência, luzes de freio de emergência, dois pontos de ancoragem Isofix e controle de tração.

Por ser um modelo híbrido, o Toyota RAV4 vem equipado com um motor a combustão de 2.5 litros DOHC de quatro cilindros de 16V VVT-iE, que entrega 178 cv a 5.700 rpm com torque de 22,5 kgfm a 3.600 rpm, além de três motores elétricos THS II de 120 cv com 20,6 kgfm de torque. Juntos rendem a potência máxima de 222 cv. A transmissão é a Hybrid Transaxle, que entrega acelerações mais lineares, que reduz ou aumenta continuamente as marchas, gerando alto torque em baixas rotações e, também, permitindo ter um maior controle na condução do crossover.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!