Ao menos três pessoas sofrem amputação nas pernas ou pés por hora no Brasil

Levantamento aponta que diabetes é uma das principais causas

[Ao menos três pessoas sofrem amputação nas pernas ou pés por hora no Brasil]

FOTO: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Segundo levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), com base em dados do Ministério da Saúde, no período de 2012 a 2021, 245.811 brasileiros sofreram amputação de membros inferiores, envolvendo pernas ou pés.

O número configura uma média de 66 pacientes por dia, o que significa pelo menos três procedimentos realizados por hora.

O presidente da sociedade, Julio Cesar Peclat de Oliveira, afirmou à Agência Brasil que “o problema é que, quando a gente compara com os últimos anos, vemos que a situação vem piorando e, coincidentemente, com a pandemia de covid-19.”

Segundo ele, muitos pacientes perderam a continuidade do tratamento de doenças crônicas como, por exemplo, o diabetes, após a pandemia da Covid-19. A doença é uma das principais causas de amputação de membros inferiores.

“É uma doença crônica e o tratamento tem de ser crônico, ou seja, não pode ser descontinuado”, afirmou. Alé disso, o médico explica ainda que quando a pessoa diabética não faz tratamento adequado e usa medicamentos, “ela descompensa a doença e fica mais vulnerável aos riscos de, por exemplo, ter uma ferida no pé que vai infectar e gangrenar, evoluindo com perda desse membro”.

Peclat de Oliveira afirmou que cerca de 70% das amputações são motivadas por uma pequena ferida ou calo no pé, por isso a importância do autoexame. “De maneira geral, o recado é que devem fazer o autoexame dos pés, principalmente o paciente diabético”, disse.

“No mundo, uma em cada cinco pessoas não sabe que é portador dessa doença. A pandemia nos revelou isso. Muitos pacientes que chegam ao consultório ou aos serviços de urgência com complicações do diabetes só descobrem que a têm após o atendimento”, destacou.

Em 2020, quando a crise epidemiológica se instalou no Brasil, a média diária de amputações chegou a 75,64. Já em 2021, o número cresceu para 79,19/dia. Entre 2020 e 2021, em torno de 56.513 brasileiros foram submetidos ao processo de amputação ou desarticulação de membros inferiores, o que significa uma média mensal de procedimentos de 2.354, em plena crise sanitária. A média de 77,4 cirurgias por dia.

Por regiões, o levantamento mostra que entre 2012 e 2021, a região Sudeste respondeu por 42% de todas as amputações efetuadas no Brasil, somando 103.509 pessoas amputadas. Em seguida, aparece o Nordeste, com 80.124; o Sul, com 35.222; o Centro-Oeste (13.514); e o Norte (13.442).

“Os grandes centros têm maior demanda de pacientes e, talvez, unidades de saúde mais bem preparadas”, considera o presidente da SBACV.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Dieta Flexitariana: alimentos à base de vegetais podem ser grandes aliados! ]

Dieta pode ser considerada tanto um retorno às antigas formas de alimentação quanto um salto para um futuro

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!