Covid-19 pode causar queda de cabelo meses após contaminação, diz especialista

Problema atinge um em cada cinco pacientes que contraíram o coronavírus

[Covid-19 pode causar queda de cabelo meses após contaminação, diz especialista]

FOTO: Reprodução/Pixabay

A lista de sintomas associados à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, é longa. Desde que a pandemia começou, diversos estudos divulgaram artigos que relacionam a queda de grandes volumes de cabelo com a infecção. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, esse problema atinge um em cada cinco pacientes. A informação é da Rádio França Internacional (RFI).

"Tivemos, dentro da pandemia, uma epidemia de queda de cabelo", disse o médico tricologista Adriano Almeida, da Sociedade Brasileira do Cabelo, em entrevista à RFI. Segundo ele, a perda não está relacionada à gravidade do quadro. "Muitas pessoas que tiveram Covid leve relatam que o efeito no cabelo é catastrófico", afirmou.

A doença pode gerar o eflúvio telógeno, nome técnico para a queda precoce dos fios que estão crescendo. "Trata-se de uma disritmia do ciclo do cabelo. Temos três fases básicas: anágena, quando o fio começa a nascer, a catágena, de permanência, e a telógena, de queda. Depois da infecção, passamos a ter um ciclo muito rápido e os fios caem pequenos, médios ou compridos, ou seja, de todos os tamanhos, ao mesmo tempo, e de uma maneira assustadora", disse o especialista.

O sintoma, segundo Almeida, atinge pacientes de todas as idades e de ambos os sexos, mas as mulheres predominam nos consultórios. Segundo o especialista, em geral, elas buscam ajuda mais rapidamente e essa reatividade facilita o tratamento. 
 


Comentários

Relacionadas

Veja Também

[Conselho de Ética abre processo contra deputado que agrediu membro do MBL na Câmara]

Abertura de um processo é a primeira fase de uma representação protocolada contra um parlamentar; veja os próximos passos

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!