'Vamos intensificar o trabalho de fiscalização', diz presidente eleito no Conselho de Farmácia da Bahia

Promoção de qualificações para os farmacêuticos está entre as prioridades do Dr. Mário Martinelli Júnior

['Vamos intensificar o trabalho de fiscalização', diz presidente eleito no Conselho de Farmácia da Bahia]

FOTO: Divulgação/CRF-BA

Eleito presidente do Conselho Regional de Farmácia da Bahia (CRF-BA), para o biênio de 2022 e 2023, o Dr. Mário Martinelli Júnior oficializa, nesta terça-feira (14), a posse da diretoria da entidade. Em entrevista ao Farol da Bahia, ele afirmou que os farmacêuticos baianos podem esperar a mesma garra e determinação já conhecida, visto que, em 2010, ele ocupou o cargo de conselheiro federal de farmácia e também obteve passagem na CRF-BA, no ano de 2014.

Cumprindo agenda em todo o Estado baiano, Dr. Martinelli busca, junto à nova diretoria, formada pela Dra. Ângela Maria de Carvalho Pontes (vice-presidente), Dr. Francisco José Pacheco dos Santos (secretário-geral) e Dr. Álan Oliveira Brito (tesoureiro), se colocar ao lado da categoria e das autoridades sanitárias para um melhor plano de ação e condução da autarquia. 

"O objetivo é nos colocar ao lado dos farmacêuticos, dos secretários de saúde e autoridades sanitárias para desenvolvermos, em conjuntos, ações de fortalecimento da saúde pública no âmbito do SUS [Sistema Único de Saúde], além de fortalecer a atividade farmacêutica, coibir estabelecimentos clandestinos e irregulares de funcionarem à margem da lei e garantir que a dispensação de medicamentos seja feita por um profissional habilitado", disse. 

De acordo com ele, que foi eleito pela chapa "Atitude, Unidade e Luta", o CRF-BA abrange cerca de 15 mil farmacêuticos e 10 mil estabelecimentos. "A principal característica é fiscalizar a atividade profissional, impedir que os farmacêuticos cometam alguma negligência, imperícia ou imprudência, evitando assim possíveis sequelas em pacientes", explicou à reportagem. 

Questionado sobre a principal conquista da entidade nos últimos anos, Dr. Martinelli pontuou que um dos avanços foi a aprovação da Lei Lei 13.021/2014, que tornou as farmácias comunitárias estabelecimentos de saúde. "Esses estabelecimentos que estão nos bairros, passaram a ofertar uma série de serviços que não apenas a dispensação de medicamentos, como vacinas, a realização de alguns exames laboratoriais (por exemplo, no caso dos testes para detectar a Covid-19), o que fez com que a população nos reconhecesse como profissionais de saúde", disse. 

Como promessa para os anos em que estiver à frente do Conselho, o presidente tem como prioridade intensificar as fiscalizações, enaltecer os profissionais da categoria, além de investir em qualificações. 

"Vamos intensificar o trabalho de fiscalização. Também iremos investir na qualificação profissional, com cursos e palestras em todo o Estado. A categoria já conhece o meu ritmo de trabalho. Gosto de me mostrar presente em visitas, reuniões, enfim, no corpo a corpo com a minha classe e na busca por atender as demandas existentes. Podem esperar a mesma garra e determinação de sempre", complementou o presidente eleito.


Comentários

Relacionadas

Veja Também

Fique Informado!!

Deixe seu email para receber as últimas notícia do dia!